Em frente, vamos!.

EM FRENTE, VAMOS! Com presença, serenidade e persistência, há boas razões para esperar que isto é um bem...

terça-feira, 2 de setembro de 2008

PL, in "Correio do Vouga" - 2008.09.03

Mil cores

Regressados a casa, ficam para trás as férias e o que elas suscitaram, tanto no corpo como no espírito, interpretados aqui no dualismo Paulino, portanto grego, de que o ser humano é alma e corpo.
É o mesmo S. Paulo que nos oferece a chave hermenêutica da conceptualização da diversidade, na imagem de corpo dirigida aos cristãos de Corinto, na primeira carta, também reconhecida como o paradigma da solidariedade.
Porque não se podem abordar todos os temas, que emergiram nestas semanas de paragem, todas as cores como se fossemos titulares desse sem número de coisas e que, por não serem do universo que cultivamos, querer dar-lhes, ao mundo, apenas as cores do arco-íris, por uma síntese solidária da diversidade, da aceitação-compreensão, por oposição à aceitação-resignação! Crendo, porém, que tudo o que acontece deve ser projectado como desafio à capacidade de superação, de vencer integrados no plano divino da salvação.
S. Paulo, o ano Paulino, é a primeira. Revisitar S. Paulo é um itinerário de conversão! E nesta conversão está a reinterpretação dos sinais dos tempos, ao que o mundo programa e o divino apura, provocando o choque, tantas vezes tão existencial como espiritual: “Porquê?” - a pergunta sobre a causa das coisas que tanta apreensão sugere!?
O segundo sinal deste universo tão diferente, deu-nos o regresso de D. Manuel à casa do Pai. Tão querida experiência de vida fomentará outra dádiva, outra entrega, outra consagração.
O terceiro, apenas para vestir estas linhas com o que afinal as caracteriza, apontamos os Jogos Olímpicos. Detidos no sucedido, propomos que, em vez de mais estudos para encher as prateleiras de grandes projectos, se estude o “ser português” (humilde, trabalhador, adiado, falhado, perdido, sempre campeão no arco-íris). Um estudo científico apurado, rigoroso. Depois, como alguém de uma empresa de marketing sugeria há uns anos, mudar a imagem, a roupagem, os símbolos deste rectângulo mágico e voltar ao início, começar de novo!
Afinal, o que queremos sempre fazer quando chegamos de férias ou depois de… 31 de Dezembro: recomeçar como novos!

Nenhum comentário: